Oi pessoal, tudo bem? Para quem não me conhece, sou a Mariane Renner, Tech Recruiter da Deeploy e faço parte do setor de People, onde eu recruto e cuido do bem-estar dos nossos deeployers.

Hoje vamos conversar um pouco sobre os critérios de contratar um profissional de UX ou Produto, vamos lá?

A experiência do usuário é um dos elementos mais cruciais para o sucesso de qualquer produto digital. Contratar o profissional de UX certo pode transformar a maneira como os usuários interagem com seu produto, garantindo satisfação, retenção e conversão.

No entanto, encontrar o candidato ideal pode ser um desafio, dado o amplo conjunto de habilidades necessárias e as diversas especializações dentro do campo de UX. Por isso na Deeploy, você pode contar com o nosso time de especialistas para criar ou completar o seu time de UX.

Aqui estão os principais critérios a considerar ao contratar um profissional de UX.

1. Portfólio sólido e diversificado

Um dos aspectos mais importantes na contratação de um profissional de UX é avaliar seu portfólio. Um portfólio sólido deve demonstrar uma variedade de projetos que o candidato já trabalhou, destacando:

  • Diversidade de projetos: experiência com diferentes tipos de produtos (websites, aplicativos móveis, software empresarial, etc.).
  • Processo de design: documentação do processo de design, desde a pesquisa e concepção até a prototipagem e testes de usabilidade.
  • Resultados: impacto mensurável dos projetos em que trabalhou, como aumento na conversão de usuários ou melhorias na satisfação do cliente.

2. Habilidades técnicas

Um bom profissional de UX deve possuir um conjunto robusto de habilidades técnicas, incluindo:

  • Ferramentas de design: proficiência em ferramentas como Sketch, Figma, Adobe XD, InVision, entre outras.
  • Prototipagem: habilidade em criar protótipos de alta e baixa fidelidade para testar e validar ideias de design.
  • Pesquisa de usuários: conhecimento em métodos de pesquisa de usuários, como entrevistas, testes de usabilidade, e análises heurísticas.
  • Análise de dados: capacidade de analisar dados de comportamento do usuário e feedback para informar decisões de design.

3. Habilidades interpessoais

As habilidades interpessoais são essenciais para um profissional de UX, pois eles frequentemente trabalham em estreita colaboração com equipes multifuncionais. As habilidades chave incluem:

  • Comunicação: capacidade de apresentar ideias de design de forma clara e concisa para stakeholders e membros da equipe.
  • Empatia: habilidade para entender e considerar as necessidades e emoções dos usuários.
  • Colaboração: eficiência em trabalhar com desenvolvedores, gerentes de produto, e outros designers.

4. Experiência e histórico profissional

A experiência prévia do candidato pode fornecer insights valiosos sobre sua capacidade de adaptação e contribuição para a sua equipe. Considere:

  • Histórico de trabalho: experiência em empresas de diferentes tamanhos e setores, incluindo startups e grandes corporações.
  • Tipos de projetos: envolvimento em projetos complexos que exigem habilidades de resolução de problemas e pensamento crítico.
  • Contribuições e resultados: realizações específicas e o impacto tangível de seu trabalho em projetos anteriores.

5. Conhecimento de design centrado no usuário

Um bom profissional de UX deve ter uma forte compreensão dos princípios de design centrado no usuário (UCD), que incluem:

  • Pesquisa e análise de usuários: capacidade de conduzir pesquisas aprofundadas para entender os comportamentos e necessidades dos usuários.
  • Testes de usabilidade: implementação de testes de usabilidade para identificar e resolver problemas de design.
  • Iteração de design: prática de iterar e melhorar continuamente o design com base no feedback dos usuários e nos resultados dos testes.

6. Cultura e ajuste de equipe

Encontrar um profissional de UX que se ajuste bem à cultura da empresa é crucial para garantir uma colaboração eficaz e um ambiente de trabalho positivo. Considere:

  • Valores e ética de trabalho: alinhamento dos valores pessoais e profissionais do candidato com a missão e visão da empresa.
  • Adaptabilidade: capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças e trabalhar em um ambiente dinâmico.
  • Trabalho em equipe: disposição e habilidade para colaborar de forma eficaz com todos os membros da equipe.

7. Atualização e aprendizado contínuo

A área de UX está em constante evolução, com novas ferramentas, técnicas e melhores práticas surgindo regularmente. Um bom profissional de UX deve demonstrar:

  • Curiosidade e iniciativa: interesse em aprender e se atualizar continuamente sobre as últimas tendências e tecnologias em UX.
  • Participação em comunidades: envolvimento em comunidades de design, como participação em conferências, workshops, e meetups.
  • Certificações e cursos: busca contínua por educação adicional e certificações relevantes.

Conclusão

Contratar o profissional de UX certo requer uma avaliação cuidadosa de suas habilidades técnicas, experiência, habilidades interpessoais e alinhamento com a cultura da empresa. Um bom profissional de UX não apenas melhora a usabilidade de seus produtos, mas também contribui para a satisfação e lealdade dos usuários.

Espero que tenham gostado das minhas dicas, e se você tem uma empresa ou faz parte de um time de UX, me chama no LinkedIn para conhecer os serviços da Deeploy e potencializar ainda mais as entregas e a UX do seu Produto.

We use cookies to give you the best experience. Cookie Policy

  1. Home
  2. Carreira
  3. Critérios para contratar um profissional de UX

Critérios para contratar um profissional de UX

Oi pessoal, tudo bem? Para quem não me conhece, sou a Mariane Renner, Tech Recruiter da Deeploy e faço parte do setor de People, onde eu recruto e cuido do bem-estar dos nossos deeployers.

Hoje vamos conversar um pouco sobre os critérios de contratar um profissional de UX ou Produto, vamos lá?

A experiência do usuário é um dos elementos mais cruciais para o sucesso de qualquer produto digital. Contratar o profissional de UX certo pode transformar a maneira como os usuários interagem com seu produto, garantindo satisfação, retenção e conversão.

No entanto, encontrar o candidato ideal pode ser um desafio, dado o amplo conjunto de habilidades necessárias e as diversas especializações dentro do campo de UX. Por isso na Deeploy, você pode contar com o nosso time de especialistas para criar ou completar o seu time de UX.

Aqui estão os principais critérios a considerar ao contratar um profissional de UX.

1. Portfólio sólido e diversificado

Um dos aspectos mais importantes na contratação de um profissional de UX é avaliar seu portfólio. Um portfólio sólido deve demonstrar uma variedade de projetos que o candidato já trabalhou, destacando:

  • Diversidade de projetos: experiência com diferentes tipos de produtos (websites, aplicativos móveis, software empresarial, etc.).
  • Processo de design: documentação do processo de design, desde a pesquisa e concepção até a prototipagem e testes de usabilidade.
  • Resultados: impacto mensurável dos projetos em que trabalhou, como aumento na conversão de usuários ou melhorias na satisfação do cliente.

2. Habilidades técnicas

Um bom profissional de UX deve possuir um conjunto robusto de habilidades técnicas, incluindo:

  • Ferramentas de design: proficiência em ferramentas como Sketch, Figma, Adobe XD, InVision, entre outras.
  • Prototipagem: habilidade em criar protótipos de alta e baixa fidelidade para testar e validar ideias de design.
  • Pesquisa de usuários: conhecimento em métodos de pesquisa de usuários, como entrevistas, testes de usabilidade, e análises heurísticas.
  • Análise de dados: capacidade de analisar dados de comportamento do usuário e feedback para informar decisões de design.

3. Habilidades interpessoais

As habilidades interpessoais são essenciais para um profissional de UX, pois eles frequentemente trabalham em estreita colaboração com equipes multifuncionais. As habilidades chave incluem:

  • Comunicação: capacidade de apresentar ideias de design de forma clara e concisa para stakeholders e membros da equipe.
  • Empatia: habilidade para entender e considerar as necessidades e emoções dos usuários.
  • Colaboração: eficiência em trabalhar com desenvolvedores, gerentes de produto, e outros designers.

4. Experiência e histórico profissional

A experiência prévia do candidato pode fornecer insights valiosos sobre sua capacidade de adaptação e contribuição para a sua equipe. Considere:

  • Histórico de trabalho: experiência em empresas de diferentes tamanhos e setores, incluindo startups e grandes corporações.
  • Tipos de projetos: envolvimento em projetos complexos que exigem habilidades de resolução de problemas e pensamento crítico.
  • Contribuições e resultados: realizações específicas e o impacto tangível de seu trabalho em projetos anteriores.

5. Conhecimento de design centrado no usuário

Um bom profissional de UX deve ter uma forte compreensão dos princípios de design centrado no usuário (UCD), que incluem:

  • Pesquisa e análise de usuários: capacidade de conduzir pesquisas aprofundadas para entender os comportamentos e necessidades dos usuários.
  • Testes de usabilidade: implementação de testes de usabilidade para identificar e resolver problemas de design.
  • Iteração de design: prática de iterar e melhorar continuamente o design com base no feedback dos usuários e nos resultados dos testes.

6. Cultura e ajuste de equipe

Encontrar um profissional de UX que se ajuste bem à cultura da empresa é crucial para garantir uma colaboração eficaz e um ambiente de trabalho positivo. Considere:

  • Valores e ética de trabalho: alinhamento dos valores pessoais e profissionais do candidato com a missão e visão da empresa.
  • Adaptabilidade: capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças e trabalhar em um ambiente dinâmico.
  • Trabalho em equipe: disposição e habilidade para colaborar de forma eficaz com todos os membros da equipe.

7. Atualização e aprendizado contínuo

A área de UX está em constante evolução, com novas ferramentas, técnicas e melhores práticas surgindo regularmente. Um bom profissional de UX deve demonstrar:

  • Curiosidade e iniciativa: interesse em aprender e se atualizar continuamente sobre as últimas tendências e tecnologias em UX.
  • Participação em comunidades: envolvimento em comunidades de design, como participação em conferências, workshops, e meetups.
  • Certificações e cursos: busca contínua por educação adicional e certificações relevantes.

Conclusão

Contratar o profissional de UX certo requer uma avaliação cuidadosa de suas habilidades técnicas, experiência, habilidades interpessoais e alinhamento com a cultura da empresa. Um bom profissional de UX não apenas melhora a usabilidade de seus produtos, mas também contribui para a satisfação e lealdade dos usuários.

Espero que tenham gostado das minhas dicas, e se você tem uma empresa ou faz parte de um time de UX, me chama no LinkedIn para conhecer os serviços da Deeploy e potencializar ainda mais as entregas e a UX do seu Produto.

Marianne Renner

Marianne Renner

Receba alertas de novas vagas

Receba vagas originais da Deeploy e vagas da comunidade em seu e-mail toda semana.