Como seu posicionamento de UX/UI Designer precisa ser para esse tipo de vaga

A evolução natural da carreira

Quando falamos sobre carreira, obviamente esse conceito não se limita apenas a UX/UI Design. Profissionais de diferentes indústrias, setores, empresas e departamentos, em algum ponto de sua carreira, dão um passo a mais na direção da gestão, deixando a “produção”. Logo, é natural que em tempo, você se depare com essa mudança em sua carreira. Algumas pessoas aguardam ansiosamente por esse momento por terem mais vocação e interesse, enquanto outras são colocadas nessas funções por necessidade da empresa. E em todos esses cenários, no momento da transição, novas habilidades se tornam necessárias e precisam ser desenvolvidas. Pare para pensar: Quando fundou o Facebook, Mark Zuckerberg não era o mesmo Mark Zuckerberg de hoje. Ele era um jovem impetuoso e muito inteligente, mas ainda, sua competência mais forte era a programação. Mediante o crescimento fenomenal de sua empresa, ele precisou se tornar o CEO do Facebook.

Buscando oportunidades de liderança

Agora entrando especificamente em nosso amado universo de UX/UI Design, vemos que os cargos gerenciais estão aumentando a cada dia, uma vez que as empresas tem ganhado velocidade em sua maturidade de design. Com o aumento do apreço ao Design Team pelas diretorias frente aos resultados gerados no negócio, suas metodologias eventualmente começam a ser implementadas em mais produtos, abrindo inclusive espaço para a criação de novos. Em decorrência disso, o próximo passo é aumentar o time — e nesse momento, abre-se a necessidade de mais gestores. Para tanto, algumas empresas preferem buscar pessoas de fora para liderar seus times, enquanto outras preferem alguém já integrado, que estava somente esperando a oportunidade. Aqui temos dois pontos importantes a serem levantados:

Suas responsabilidades

Como diria o querido tio do Peter Parker, vulgo Homem-Aranha: “Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades.” Para dar esse passo, saiba que serão confiados a você poderes que vem com um preço. Falando de forma muito simples, bons gestores, prioritariamente, sabem muito bem que precisam manter seus relacionamentos verticais em dia. Isso significa que eles precisam reportar suas decisões, ações e resultados a quem está acima, bem como precisam garantir o direcionamento, produtividade e o foco de quem está abaixo.

Sua visão empresarial

Além de se relacionar diretamente com a liderança da empresa, você também começará a lidar com outros departamentos como RH, Compras, Controle de Qualidade e Comercial, já que seus produtos tem relação direta com todos eles. Logo, seu entendimento sobre como uma empresa funciona será violentamente expandido, de forma que de agora em diante você entende perfeitamente o impacto de suas decisões acertadas e erradas, além de conhecer seus limites. Bons gestores não podem gerar mais problemas, e sim criar soluções aos já existentes, entendendo o timing e os altos e baixos que toda empresa passa.

Show! Quero ser líder

Levando em conta todos os fatores que vêm agregados a esse passo rumo à gestão, comemore! Seu crescimento será alavancado, e com ele, seu valor profissional. Mas cuidado com o pensamento comum sobre isso: “Boa, agora sim eu vou trabalhar menos e ganhar mais”. Trata-se de uma realidade possível, mas não a todo gestor. Quem chega nesse ponto, além de sua excelência profissional e mérito, sabe que foram necessárias muitas lágrimas e suor a cada desafio vencido, e que não é da noite para o dia.

Para todos os efeitos, conforme falamos no artigo Como aplicar a uma vaga de UX/UI Designer, há fatores que você precisa considerar sobre sua proposta de valor profissional para pleitear a vagas. Mais especificamente a vagas gerenciais, há ainda mais fatores. Veja abaixo dois cenários para pessoas que buscam cargos gerenciais, e o que é necessário para que aumentem suas chances de contratação:

Não tenho experiência em liderança, mas quero o desafio

Prioritariamente, entender bem como UX/UI Design funciona, já ter aplicado muitas vezes as metodologias e lidado com diferentes situações nesse processo faz-se primordial para que você defina uma direção a seguir com o time e consiga fazer suas defesas / apresentar um bom planejamento estratégico para a diretoria. Com toda certeza, ninguém gosta de ter um líder que entende menos do processo do que o liderado; e nenhum diretor gosta de ver prazos estourados e metas não-cumpridas.

Em adição, lidar com pessoas não pode ser um problema para você. Falamos repetidas vezes que não é possível ser um UX/UI Designer sem gostar de gente. Se você deseja ocupar um cargo de liderança, saiba que essa habilidade é extremamente obrigatória para seu sucesso, o que faz com que suas Soft Skills precisem estar “afiadas”.

Para aumentar suas chances:

A expectativa de um recrutador é encontrar histórias de seus projetos do ponto de vista humano, além verem seu processo de trabalho e como exerceu seu próprio papel de UX/UI Designer. Essas histórias podem estar descritas junto ao case do projeto em seu portfolio, mas também podem estar em seu currículo, na seção “About” do seu site ou em artigos publicados em algum canal digital como o Medium. Para isso, encontre respostas para questões como:

  • Quais fatores humanos possibilitaram uma boa sinergia?
  • Como o time separou tarefas?
  • Quem foram os envolvidos?
  • Quais foram os entraves interpessoais e como você lidou com tais situações?
  • Como o time prestou contas à liderança ou aos stakeholders?

Já tenho experiência e busco um novo desafio

Por diversos motivos, profissionais em cargos de liderança buscam novos desafios: Experimentar segmentos diferentes, conduzir times ainda maiores, conhecer novas pessoas, ter um aumento nos ganhos ou mesmo um desligamento repentino. Ao se lançar ao mercado, além de já dominar os pontos mencionados aos novos gestores, é esperado que você esteja preparado e seguro para liderar e para prestar contas com seriedade, sendo capaz de criar objetivos e abrir o caminho para os atingir.

Para aumentar suas chances:

Nesse caso, a expectativa de um recrutador é encontrar em seus links boas histórias que exemplifiquem claramente sua forma de trabalho gerencial. É realmente necessário que você “comprove” experiência em liderança, explicando sua eficácia na condução a resultados significativos. Listo abaixo alguns indicadores:

  • Como contribuiu para a disseminação do mindset de UX na empresa?
  • Como equilibrou objetivos de negócio com necessidades de usuários?
  • Qual foi sua uma visão de curto, médio e longo prazo?
  • Como geriu a produtividade do time, mantendo-os na direção certa?
  • Como se comportou mediante as situações adversas no processo?
  • De que forma prestou contas à liderança ou aos stakeholders?
  • Como lidou com o sucesso ou fracasso do projeto?
  • Como chegou aos resultados esperados?

Conclusão

Para que sua carreira siga no rumo do crescimento, o dia de tornar-se um líder irá chegar mais cedo ou mais tarde. Para isso, desenvolva-se constantemente em relacionamento com pessoas, aprofundamento em tendências e conhecimentos em negócios, entre outros. Nesse processo, garanta sempre que suas habilidades humanas estejam claras em sua apresentação profissional.

We use cookies to give you the best experience. Cookie Policy

  1. Home
  2. Carreira
  3. Cargos de liderança: Como me candidatar?

Cargos de liderança: Como me candidatar?

Como seu posicionamento de UX/UI Designer precisa ser para esse tipo de vaga

A evolução natural da carreira

Quando falamos sobre carreira, obviamente esse conceito não se limita apenas a UX/UI Design. Profissionais de diferentes indústrias, setores, empresas e departamentos, em algum ponto de sua carreira, dão um passo a mais na direção da gestão, deixando a “produção”. Logo, é natural que em tempo, você se depare com essa mudança em sua carreira. Algumas pessoas aguardam ansiosamente por esse momento por terem mais vocação e interesse, enquanto outras são colocadas nessas funções por necessidade da empresa. E em todos esses cenários, no momento da transição, novas habilidades se tornam necessárias e precisam ser desenvolvidas. Pare para pensar: Quando fundou o Facebook, Mark Zuckerberg não era o mesmo Mark Zuckerberg de hoje. Ele era um jovem impetuoso e muito inteligente, mas ainda, sua competência mais forte era a programação. Mediante o crescimento fenomenal de sua empresa, ele precisou se tornar o CEO do Facebook.

Buscando oportunidades de liderança

Agora entrando especificamente em nosso amado universo de UX/UI Design, vemos que os cargos gerenciais estão aumentando a cada dia, uma vez que as empresas tem ganhado velocidade em sua maturidade de design. Com o aumento do apreço ao Design Team pelas diretorias frente aos resultados gerados no negócio, suas metodologias eventualmente começam a ser implementadas em mais produtos, abrindo inclusive espaço para a criação de novos. Em decorrência disso, o próximo passo é aumentar o time — e nesse momento, abre-se a necessidade de mais gestores. Para tanto, algumas empresas preferem buscar pessoas de fora para liderar seus times, enquanto outras preferem alguém já integrado, que estava somente esperando a oportunidade. Aqui temos dois pontos importantes a serem levantados:

Suas responsabilidades

Como diria o querido tio do Peter Parker, vulgo Homem-Aranha: “Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades.” Para dar esse passo, saiba que serão confiados a você poderes que vem com um preço. Falando de forma muito simples, bons gestores, prioritariamente, sabem muito bem que precisam manter seus relacionamentos verticais em dia. Isso significa que eles precisam reportar suas decisões, ações e resultados a quem está acima, bem como precisam garantir o direcionamento, produtividade e o foco de quem está abaixo.

Sua visão empresarial

Além de se relacionar diretamente com a liderança da empresa, você também começará a lidar com outros departamentos como RH, Compras, Controle de Qualidade e Comercial, já que seus produtos tem relação direta com todos eles. Logo, seu entendimento sobre como uma empresa funciona será violentamente expandido, de forma que de agora em diante você entende perfeitamente o impacto de suas decisões acertadas e erradas, além de conhecer seus limites. Bons gestores não podem gerar mais problemas, e sim criar soluções aos já existentes, entendendo o timing e os altos e baixos que toda empresa passa.

Show! Quero ser líder

Levando em conta todos os fatores que vêm agregados a esse passo rumo à gestão, comemore! Seu crescimento será alavancado, e com ele, seu valor profissional. Mas cuidado com o pensamento comum sobre isso: “Boa, agora sim eu vou trabalhar menos e ganhar mais”. Trata-se de uma realidade possível, mas não a todo gestor. Quem chega nesse ponto, além de sua excelência profissional e mérito, sabe que foram necessárias muitas lágrimas e suor a cada desafio vencido, e que não é da noite para o dia.

Para todos os efeitos, conforme falamos no artigo Como aplicar a uma vaga de UX/UI Designer, há fatores que você precisa considerar sobre sua proposta de valor profissional para pleitear a vagas. Mais especificamente a vagas gerenciais, há ainda mais fatores. Veja abaixo dois cenários para pessoas que buscam cargos gerenciais, e o que é necessário para que aumentem suas chances de contratação:

Não tenho experiência em liderança, mas quero o desafio

Prioritariamente, entender bem como UX/UI Design funciona, já ter aplicado muitas vezes as metodologias e lidado com diferentes situações nesse processo faz-se primordial para que você defina uma direção a seguir com o time e consiga fazer suas defesas / apresentar um bom planejamento estratégico para a diretoria. Com toda certeza, ninguém gosta de ter um líder que entende menos do processo do que o liderado; e nenhum diretor gosta de ver prazos estourados e metas não-cumpridas.

Em adição, lidar com pessoas não pode ser um problema para você. Falamos repetidas vezes que não é possível ser um UX/UI Designer sem gostar de gente. Se você deseja ocupar um cargo de liderança, saiba que essa habilidade é extremamente obrigatória para seu sucesso, o que faz com que suas Soft Skills precisem estar “afiadas”.

Para aumentar suas chances:

A expectativa de um recrutador é encontrar histórias de seus projetos do ponto de vista humano, além verem seu processo de trabalho e como exerceu seu próprio papel de UX/UI Designer. Essas histórias podem estar descritas junto ao case do projeto em seu portfolio, mas também podem estar em seu currículo, na seção “About” do seu site ou em artigos publicados em algum canal digital como o Medium. Para isso, encontre respostas para questões como:

  • Quais fatores humanos possibilitaram uma boa sinergia?
  • Como o time separou tarefas?
  • Quem foram os envolvidos?
  • Quais foram os entraves interpessoais e como você lidou com tais situações?
  • Como o time prestou contas à liderança ou aos stakeholders?

Já tenho experiência e busco um novo desafio

Por diversos motivos, profissionais em cargos de liderança buscam novos desafios: Experimentar segmentos diferentes, conduzir times ainda maiores, conhecer novas pessoas, ter um aumento nos ganhos ou mesmo um desligamento repentino. Ao se lançar ao mercado, além de já dominar os pontos mencionados aos novos gestores, é esperado que você esteja preparado e seguro para liderar e para prestar contas com seriedade, sendo capaz de criar objetivos e abrir o caminho para os atingir.

Para aumentar suas chances:

Nesse caso, a expectativa de um recrutador é encontrar em seus links boas histórias que exemplifiquem claramente sua forma de trabalho gerencial. É realmente necessário que você “comprove” experiência em liderança, explicando sua eficácia na condução a resultados significativos. Listo abaixo alguns indicadores:

  • Como contribuiu para a disseminação do mindset de UX na empresa?
  • Como equilibrou objetivos de negócio com necessidades de usuários?
  • Qual foi sua uma visão de curto, médio e longo prazo?
  • Como geriu a produtividade do time, mantendo-os na direção certa?
  • Como se comportou mediante as situações adversas no processo?
  • De que forma prestou contas à liderança ou aos stakeholders?
  • Como lidou com o sucesso ou fracasso do projeto?
  • Como chegou aos resultados esperados?

Conclusão

Para que sua carreira siga no rumo do crescimento, o dia de tornar-se um líder irá chegar mais cedo ou mais tarde. Para isso, desenvolva-se constantemente em relacionamento com pessoas, aprofundamento em tendências e conhecimentos em negócios, entre outros. Nesse processo, garanta sempre que suas habilidades humanas estejam claras em sua apresentação profissional.

Mao Barros

Mao Barros

Receba alertas de novas vagas

Receba vagas originais da Deeploy e vagas da comunidade em seu e-mail toda semana.